loader
Último mutirão antes do prazo final do cadastramento biométrico de eleitores

Último mutirão antes do prazo final do cadastramento biométrico de eleitores

O Cartório Eleitoral de Tramandaí fará nesse final de semana dos dias 9 (sábado) e 10 (domingo) de novembro/19 o último mutirão para o cadastramento biométrico dos eleitores de Imbé, antes do prazo final, em 13 de novembro. O atendimento será das 9h às 16h, sem fechar ao meio dia, na 110ª Zona Eleitoral em Tramandaí (Av. Caldas Júnior, 1750 - salas 103, 104 e 203), apenas para os eleitores de Imbé. O atendimento será feito por ordem de chegada. A intenção é facilitar a vida dos eleitores que têm pouco tempo nos dias úteis.
Conforme o chefe do Cartório Eleitoral da 110ª Zona Eleitoral do RS, Paulo Roberto Framil Fernandes, os documentos necessários para o procedimento são comprovante de residência (água, luz, telefone) e documento oficial com foto. O serviço de cadastramento biométrico para eleitores de Imbé ocorre apenas em Tramandaí, o posto de atendimento na Prefeitura de Imbé já foi desativado.
Quem não realizar o serviço terá o Título Eleitoral cancelado e ficará sujeito a alguns impedimentos como de obter Passaporte e Carteira de Identidade ou de inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, ou ainda de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Além disso, ficará impedido de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa.
Faltando menos de um mês para o encerramento do prazo para o cadastramento biométrico, pouco mais de 11 mil do total de 18.840, ou 64%, dos eleitores de Imbé passaram pelo procedimento, índice considerado preocupante pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Sul.
 “Não deixe para a última hora, pois encontrará problemas, como filas e demora no atendimento. As pessoas têm que ter noção disso, aquelas que acham que vão deixar para o final terão sérios transtornos. Isso porque em dias de chuva o eleitor poderá ter que ficar no lado de fora porque o nosso espaço é pequeno. Em dias de sol, ficará exposto a luz solar. Não haverá prorrogação, após o dia 13 de novembro, quem não fazer terá seu título cancelado automaticamente”, alertou Paulo Roberto Framil Fernandes.