loader
Saiba como evitar que crianças se percam na beira da praia

Saiba como evitar que crianças se percam na beira da praia

As crianças requerem atenção redobrada, basta um piscar de olhos para que elas saiam do campo de visão, com risco de acabarem se perdendo ou se machucando. Na temporada de praia, as possibilidades de acidentes persistem e exigem que os responsáveis adotem uma série de cuidados para evitá-los.
De acordo com o chefe de operações do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, major Isandré Antunes, a principal recomendação é jamais deixar a criança sozinha, seja na areia ou no mar. 
Processo educativo: ensinar a ela quenão deve entrar no mar sem estar acompanhada de um adulto conhecido ou conversar com estranhos sem a presença dos responsáveis e procurar uma guarita de salva-vidas caso esteja perdida.
Pulseirinhas: um objeto fundamental para garantir a segurança. Nela, é preciso informar o nome dos responsáveis e o número da guarita mais próxima do local onde estão acomodados. Esses acessórios podem ser encontrados com os guarda-vidas nas guaritas.
E se a criança se perder? Informar imediatamente aos guarda-vidas da guarita mais próxima: eles possuem um sistema de comunicação que permite avisar todos os profissionais que atuam na praia. Além disso, na guarita onde ela for recebida pelos guarda-vidas, será hasteada uma bandeira azul, que significa que naquele local há uma pessoa encontrada. 
Cuidados no mar: o limite de profundidade para uma criança no mar é a altura da cintura, pois, caso caia em um buraco, o responsável pode puxá-la rapidamente. O indicado é que o adulto entre no mar de mãos dadas com a criança e pare assim que a água chegar na cintura dela. 
Atento as cores das bandeiras:na vermelha, não se deve levar as crianças no mar nem no raso, pois há uma força de arrasto da água que as colocam em risco. A verde é a única que sinaliza aos responsáveis que podem levar os pequenos no mar em segurança.