loader
Projeto 'Cuca Quentinha' já produziu mais de 50 toquinhas

Projeto 'Cuca Quentinha' já produziu mais de 50 toquinhas

O Projeto ‘Cuca Quentinha’ já esta no segundo ano de atividades e segue aquecendo não só a cabeçinha das crianças em tratamento de câncer, mas também, os corações das pessoas que participam deste lindo projeto de amor – seja doando lãs ou confeccionando as toucas.
Segundo a coordenadora do Cuca Quentinha, Eliane Barreto as doações de lã são muito importantes para que o trabalho siga adiante e beneficie cada vez mais crianças, porém, a mão de obra voluntária é o que faz as toquinhas tomarem forma. Atualmente um grupo de mais de 20 mulheres transforma as lãs em lindas toucas feitas em tricô ou crochê - tudo confeccionado e enfeitado com muito amor, desde os primeiros pontos da base até a elaboração dos cabelinhos e adereços que as toquinhas ganham até ficarem 100% prontas. “Agradeço todos os dias por colocar tantas flores no jardim da minha vida. É como considero cada uma das voluntárias. Elas que generosamente doam seu trabalho e tempo, enquanto espalham amor e alegria no Cuca Quentinha! Juntas nós tecemos toucas e perucas de lã para as crianças com câncer e amizades doces e generosas. Elas merecem todo meu respeito e gratidão. Gostaria ainda de agradecer à Dra Rosângela Vianna porque mostrou em março do ano passado esta demanda represada e a campanha ‘The Magic Yarn’/EUA, que inspirou a criação da Campanha ‘Cuca Quentinha’ aqui de Tramandaí”, salientou Eliane.
Para as voluntárias Leonor Ptzhold este voluntariado no Cuca Quentinha é o que faltava na sua vida. “Eu trabalho com artesanato há muitos anos e sempre quis ser voluntária em algum projeto social. Estou muito feliz em poder fazer o bem para estas crianças”, destacou Leonor. Outra voluntária feliz é Marilena Lara que todas as segundas-feiras se dedica a este trabalho de amor. “Eu achei uma causa muito nobre e linda. Sei que as crianças se sentem um pouco constrangidas por ficarem sem cabelinho e resolvi aderir à causa. Nestas ações a gente se sente integrada na sociedade e renasce para outros tipos de pensamentos e atividades. É muito gostoso fazer parte deste grupo”, afirmou Marilena
Várias empresas e entidades estão apoiando o Cuca Quentinha, entre elas: Ciclo Byke, SESC, Rotaract/Tramandaí, Dubambi, Casa de Carnes Levanta Gaúcho, Cindapa, Psicocentro +, Administração Municipal que cedeu espaço para realização dos encontros, CCIGR e Jornal Dimensão. Este ano o Rotaract-Tramandaí está distribuindo caixas de coleta de lã para a campanha em vários pontos da cidade – Zig Zag, Fórmula da Praia, Kazen Coworking.
Mais informações podem ser obtidas através do telefone (51) 99236.2726/wats, com Eliane Barreto.