loader
Imbé e União assinam acordo e se aproximam de projeto por nova ponte

Imbé e União assinam acordo e se aproximam de projeto por nova ponte

O prefeito em exercício Ique Vedovato assinou no último sábado (29) o contrato com o Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, que permitirá a contratação da empresa que irá elaborar o projeto de engenharia e arquitetônico para construção de uma nova travessia entre Imbé e Tramandaí. O anúncio da assinatura foi feito na presença da secretária municipal de Administração, Maria Luiza Gonçalves Ramos, que nas últimas semanas esteve a frente da elaboração do convênio, através do Departamento Central de Projetos e Captação de Recursos da Prefeitura.
Segundo o texto do acordo, registrado no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (SICONV), serão destinados para essa fase do processo R$ 2,7 milhões, dos quais boa parte ficará a cargo da União. A contrapartida do município será de R$ 2,8 mil. Com o recurso previamente garantido no orçamento da União de 2019, o município agora aguardará a autorização para executar o processo licitatório que definirá a empresa que vai realizará os estudos necessários para definir se os municípios terão uma ou mais travessias. “Acredito que até o final de fevereiro de 2019 teremos a autorização para iniciar a licitação. Se tudo ocorrer dentro do previsto, teremos o projeto no início de 2020 para partir em busca de recursos que viabilizem toda a obra”, explica Pierre Emerim, prefeito de Imbé.
Até que pelo menos uma nova ponte seja construída, a única travessia entre Imbé e Tramandaí segue sendo a Ponte Giuseppe Garibaldi, com uma estrutura cinquentenária que recebeu, ao longo do tempo, muitas intervenções, boa parte delas através do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Nos últimos dois meses a ponte chegou a ser parcialmente interditada para reforço nas estruturas inferiores. “Quando esta ponte foi construída, ela previa um fluxo limitado, muito abaixo do que se apresenta hoje”, relembra Ique. “As reformas feitas deram uma sobrevida, mas ainda assim precisamos de uma nova opção que desafogue tanto a ponte existente quanto o próprio trânsito nesse entorno, sobretudo na temporada de verão”, avalia.
Neste fim de semana, como de costume, o deslocamento de veranistas para as praias gaúchas acentuou o trânsito em Imbé e Tramandaí. Milhares de veículos utilizaram a travessia durante o fim de semana, e a expectativa é que o movimento siga intenso, sobretudo nos finais de semana durante a temporada de verão. “Todo esse entorno fica congestionado nesta época do ano. Só uma nova ponte vai nos salvar desse caos. Queremos sensibilizar os governantes para que entendam a necessidade de viabilizar esta construção. Já conseguimos avançar para a etapa do projeto, mas é só o começo. Temos muito a trabalhar”, desabafa Pierre.
Tanto o prefeito quanto o vice têm sido incansáveis na batalha pela nova travessia. Com presença frequente em Brasília, articularam com lideranças na bancada gaúcha no Congresso Nacional e com representantes locais nos dois últimos governos avanços importantes na questão. Entre reuniões e explanações para deputados e senadores, a certeza: a nova ponte nunca esteve tão perto de sair do papel. “É uma luta nossa, com apoio de diversos parlamentares, mas que no fim das contas atende um anseio coletivo, de mais de 20 anos, que seguramente representará um novo tempo para as duas cidades e, num contexto geral, para todo o Litoral Norte gaúcho”, finaliza Ique.