loader
Com novos equipamentos e ampliação do efetivo, CBMRS ganha reforço no Litoral

Com novos equipamentos e ampliação do efetivo, CBMRS ganha reforço no Litoral

O Estado recebeu, nesta quarta-feira (30/12), um reforço para as guaritas do Litoral gaúcho. São 170 novos guarda-vidas civis temporários do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), agora aptos para atuar durante o verão, que se somam ao efetivo já destacado para a Operação RS Verão Total. O CBMRS também recebeu cinco novas motos aquáticas.
.
A solenidade foi na sede do 9º Batalhão de Bombeiro Militar (9º BBM), em Tramandaí. Participaram o governador em exercício, Ranolfo Vieira Júnior, o comandante-geral do CBMRS, coronel César Eduardo Bonfanti, e o prefeito de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto. Os equipamentos agora estão à disposição dos guarda-vidas do CBMRS, nos litorais norte e sul.
Com a conclusão do curso de Guarda-vidas Civil Temporário, os 170 profissionais atuarão nas atividades de salvamento e prevenção de afogamentos. Os formandos se unem aos 275 guarda-vidas civis temporários que já efetuaram o curso em anos anteriores e tiveram a revalidação do vínculo com o CBMRS. Ao todo, 445 guarda-vidas civis temporários estarão à disposição da Operação RS Verão Total 2020/2021 – um recorde dentro do processo seletivo que ocorre anualmente.
“O dia de hoje é mais um momento importante na Segurança Pública: estamos iniciando a nossa Operação RS Verão Total, que começou no dia 19, e esses novos guarda-vidas estarão a postos nas guaritas. Este momento serve para relembrar que a sociedade também tem de adotar todos os protocolos sanitários. Não é momento de aglomeração. Vamos usar máscara, mesmo no litoral. As cinco novas motos aquáticas auxiliarão e muito o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul na proteção dos nossos banhistas”, detalhou o governador em exercício.
O curso de capacitação é complementar ao de certificação. No primeiro edital, de certificação, foram 275 contratados e aprovados. Somando-se a esse efetivo, são 179 aprovados no curso de capacitação.
“É um curso de 200 horas/aula, com duração de 20 dias, no qual o candidato aprende, nas sete disciplinas, natação, abordagem ao afogado, prevenção ao afogamento, técnicas de salvamento, suporte básico de vida, relações públicas e legislação. São disciplinas que permitem ao profissional atuar com o público, além da abordagem técnica de salvamento e prevenção”, explicou o coronel Bonfanti.
Os novos guarda-vidas civis trabalharão tanto em águas abrigadas como no mar. Deste efetivo de 170 profissionais, 16 trabalharão no litoral sul, 29 nas águas internas e os demais no Litoral Norte, em todos os 12 balneários. Entre aqueles que atuarão nas águas internas, a preferência é de que atuem em Santa Maria, Santa Cruz do Sul e Canoas.
Com as cinco novas motos náuticas, já são 14 equipamentos empregados no atendimento nas guaritas. Os veículos reforçarão o efetivo nas praias de Quintão, Capão Novo, Arroio do Sal, Nova Tramandaí e Xangri-lá. Os profissionais à beira-mar terão apoio de 15 quadriciclos, ampliando a capacidade de atendimento na operação.
.
Texto: Suzy Scarton e Lurdinha Matos/Ascom SSP
Edição: Marcelo Flach/Secom