loader
Brasileirão 2020: conheça todos os 128 times que vão disputar as séries A, B, C e D no próximo ano

Brasileirão 2020: conheça todos os 128 times que vão disputar as séries A, B, C e D no próximo ano

Do Flamengo ao estreante Tupynambás: veja a lista de times das quatro divisões do futebol brasileiro no próximo ano. Com 15 clubes, São Paulo é o estado com a maior representatividade.
Com o encerramento do Campeonato Brasileiro - e a definição do Cruzeiro como último rebaixado para a Série B - já é possível traçar um panorama de como ficará a temporada 2020 do futebol nacional. Dos 128 times que vão jogar alguma série no ano que vem, apenas um não está conhecido - Maranhão e Juventude-MA decidem no próximo domingo a Copa FMF, que vale última vaga para a Série D.
O estado com a maior representação é São Paulo, que tem 15 times disputando as quatro divisões do futebol brasileiro. Depois dele, aparecem Rio Grande do Sul (9 times), Rio de Janeiro (8), Minas Gerais (8), Paraná (8) e Santa Catarina (8). O GloboEsporte.com fez um levantamento de todas as divisões e traz agora todos os participantes do Campeonato Brasileiro de 2020.
A volta do Bragantino depois de 22 anos é a grande novidade para o próximo ano. Vice-campeão brasileiro em 1991, o Braga não disputava a primeira divisão do Campeonato Brasileiro desde 1998, quando acabou rebaixado. Depois disso, perambulou em várias séries, até iniciar o processo de retomada com o título da Série C de 2007.
O futebol nordestino mantém a representatividade de quatro times. O rebaixamento do CSA foi compensado com o retorno do Sport, vice-campeão da Série B deste ano. Por outro lado, o futebol catarinense deixar de figurar no Brasileirão pela primeira vez desde a instituição dos pontos corridos, em 2003. Os dois times do estado, Chapecoense e Avaí, acabaram rebaixados.
O rebaixamento do Cruzeiro faz a Série B voltar a ter um time do G-12 em 2020. Mas as novidades não param por aí. Campeão da Terceirona, o Náutico volta a figurar entre os 40 principais times do país. Quem também retorna a esse grupo é o futebol sergipano. O Confiança recolocou o estado na Série B depois de 19 anos.
Para 2020, alguns clássicos estaduais prometem agitar a disputa: CRB x CSA, Guarani x Ponte Preta, Cruzeiro x América-MG, além dos jogos entre os três catarinenses - Avaí, Chape e o Figueirense, que conseguiu se manter na segunda divisão.
Não vai faltar tradição no Campeonato Brasileiro da Série C de 2020. A competição, que vai manter a mesma fórmula deste ano (veja aqui os prováveis grupos), vai reunir equipes de peso, como Santa Cruz, Vila Nova-GO e Criciúma. Assim como na Série B, os clássicos regionais prometem agitar a disputa, com destaque para Remo x Paysandu e Botafogo-PB x Treze.
Vice-campeão da Série D deste ano, o Manaus é o estreante da vez na Terceirona. É a volta do futebol amazonense à terceira divisão depois de 12 anos - a primeira no formato atual, com 20 clubes.
O destaque negativo ficou por conta da ausência do futebol potiguar, que já não tinha o América-RN, rebaixado para a Série D em 2016. Neste ano, outros dois representantes do estado caíram para a quarta divisão - ABC e Globo FC ficaram nas duas últimas colocações do Grupo A.
O Campeonato Brasileiro da Série D é o mais democrático de todos, reunindo 68 times dos 26 estados e mais o Distrito Federal. A CBF mudou a fórmula de disputa para 2020, acrescentando uma fase preliminar com oito times. Eles se enfrentam em quatro jogos eliminatórios, valendo vaga para a fase de grupos. A partir daí, são oito grupos de oito times, jogando entre si em turno e returno - o que dá um mínimo de 14 partidas para cada equipe. A mudança vai preencher o calendário dos clubes por mais tempo.
Entre os clubes que estarão na disputa, alguns que já viveram grandes momentos no futebol brasileiro, como o Bangu (vice-campeão brasileiro em 1985) e o São Caetano (vice da Copa João Havelange de 2000). Também é o ponto de partida para a retomada de outros clubes tradicionais, como ABC, América-RN, Campinense, Gama e Joinville, que nas décadas de 70 e 80 eram figurinhas carimbadas na primeira divisão.
Apenas um clube da Série D não é conhecido. Isso porque Maranhão e Juventude-MA decidem no próximo domingo a Copa FMF, que vale uma vaga para a competição nacional - o Juventude está na vantagem depois de vencer o jogo de ida, fora de casa, por 1 a 0. O outro representante maranhense já está definido, o Moto Club.
Apesar do número de participantes, vale ressaltar que muitos clubes históricos não conseguiram a classificação via estaduais, e vão terminar o ano de 2020 sem disputar o Campeonato Brasileiro. Entre eles estão Portuguesa, América-RJ, Americano, Sergipe, Flamengo-PI e Rio Negro-AM.

Ranking de estados x regiões
O estado de São Paulo segue com a maior representatividade no Campeonato Brasileiro de 2020. São 15 clubes entre as séries A e D. Veja o levantamento completo:
AC (3): Atlético (D), Galvez (D), Rio Branco (D)
AM (3): Fast (D), Manaus (C), Nacional (D)
AP (2): Santos (D), Ypiranga (D)
PA (4): Bragantino (D), Independente (D), Paysandu (C), Remo (C)
RO (2): Ji-Paraná (D), Vilhenense (D)
RR (2): Roraima (D), São Raimundo (D)
TO (2): Palmas (D), Tocantinópolis (D).
AL (4): Coruripe (D), CRB (B), CSA (B), Jacyobá (D)
BA (6): Atlético (D), Bahia (A), Bahia de Feira (D), Jacuipense (C), Vitória (B), Vitória da Conquista (D)
CE (5): Ceará (A), Ferroviário (C), Floresta (D), Fortaleza (A), Guarany de Sobral (D)
MA (4): Imperatriz (C), Moto Club (D), Sampaio Corrêa (B), Maranhão 2 (D) *
PB (4): Atlético de Cajazeiras (D), Botafogo (C), Campinense (D), Treze (C)
PE (6): Afogados (D), Central (D), Náutico (B), Salgueiro (D), Santa Cruz (C), Sport (A)
PI (2): Altos (D), River (D)
RN (4): ABC (D), América-RN (D), Globo FC (D), Potiguar de Mossoró (D)
SE (3): Confiança (B), Freipaulistano (D), Itabaiana (D)
* Juventude-MA e Maranhão disputam a última vaga para a Série D na Copa FPF
DF (2): Brasiliense (D), Gama (D)
GO (6): Atlético (A), Crac (D), Goianésia (D), Goiânia (D), Goiás (A), Vila Nova (C)
MS (2): Águia Negra (D), Aquidaunense (D)
MT (4): Cuiabá (B), Luverdense (D), Operário (D), União Rondonópolis (D)
ES (2): Real Noroeste (D), Vitória (D)
MG (8): América (B), Atlético (A), Boa Esporte (C), Caldense (D), Cruzeiro (B), Patrocinense (D), Tombense (C), Tupynambás (D)
RJ (8): Bangu (D), Botafogo (A), Cabofriense (D), Flamengo (A), Fluminense (A), Portuguesa (D), Vasco (A), Volta Redonda (C)
SP (15): Botafogo (B), Bragantino (A), Corinthians (A), Ferroviária (D), Guarani (B), Ituano (C), Novorizontino (D), Oeste (B), Palmeiras (A), Ponte Preta (B), Red Bull (D), Santos (A), São Bento (C), São Caetano (D), São Paulo (A)
PR (8): Athletico (A), Cascavel (D), Coritiba (A), Londrina (C), Nacional (D), Operário (B), Paraná (B), Toledo (D)
RS (9): Brasil (B), Caxias (D), Grêmio (A), Inter (A), Juventude (B), Pelotas (D), São Luiz (D), São José (C), Ypiranga (C)
SC (8): Avaí (B), Brusque (C), Chapecoense (B), Criciúma (C), Figueirense (B), Joinville (D), Marcílio Dias (D), Tubarão (D)