loader
Após recorde de temperatura, chuva atinge Porto Alegre; temporal chega nos próximos dias ao RS

Após recorde de temperatura, chuva atinge Porto Alegre; temporal chega nos próximos dias ao RS

Instabilidade está se aproximando do RS e vai provocar chuva forte, com risco de temporal, nos próximos dias.
A semana iniciou com muito calor, mas a chuva já chegou ao Rio Grande do Sul. Nesta segunda-feira (17), Porto Alegre teve a maior máxima registrada em um mês de fevereiro nos últimos seis anos, com os termômetros marcando 37,9ºC à tarde.
Pela segunda vez, a cidade foi a Capital mais quente no Brasil. No domingo (16), o calor atingiu 37ºC. Antes disso, a maior máxima de fevereiro havia sido em 2014, quando a cidade teve 40,6ºC.
Os porto-alegrenses enfrentaram o calor, mas também precisaram encarar a chuva: por volta das 16h, o tempo virou, as nuvens carregadas chegaram e a cidade teve uma forte pancada de chuva.
Em Taquara, na Região Metropolitana de Porto Alegre, as câmeras do Observatório Espacial da cidade flagraram a chegada do temporal.
Conforme a Somar Meteorologia, uma área de baixa pressão, que vem da Argentina, já trouxe chuva para algumas regiões e deve mudar o tempo no restante do estado a partir da tarde de segunda.
A cidade com maior volume de chuva nesta segunda foi Uruguaiana, na Fronteira: 43 mm, ainda de acordo com as medições da Somar.
Há risco de temporal, conforme alerta emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), para quase toda a área do RS, com possibilidade de queda de granizo e há risco para alagamentos, queda de árvores e destelhamentos.
Frente fria
Conforme a Somar, a área de baixa pressão dá origem a uma frente fria, que, ao encontrar a forte massa de ar quente e seco que atua sobre o estado, causa uma instabilidade intensa.
Na Argentina, por exemplo, o domingo teve registro de um tornado, causado pelo mesmo sistema que está chegando no RS.
"Há risco de ter tornado e/ou microexplosão na faixas Oeste e Sul, porém em pontos isolados (ou seja, se estes eventos ocorrerem, devem pegar uma ou outra cidade, não é algo generalizado). De qualquer forma, fica a atenção para fortes rajadas de vento - podendo chegar aos 100km/h em algumas cidades - em todo o Rio Grande do Sul", informa a Somar.
Na terça-feira (18), uma nova frente fria se forma e traz tempestades fortes em todo o Rio Grande do Sul, com os maiores acumulados ocorrendo na Fronteira e nas regiões Central e Oeste.