loader
Apenas 44,66% dos eleitores de Imbé fizeram o cadastramento biométrico

Apenas 44,66% dos eleitores de Imbé fizeram o cadastramento biométrico

Faltando pouco mais de três meses para o encerramento do prazo para o cadastramento biométrico, apenas 44,66% dos eleitores de Imbé passaram pelo procedimento, conforme atualização do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. Os dados foram contabilizados até o dia 1º de agosto. O prazo determinado pela Justiça Eleitoral encerra no dia 13 de novembro. Quem não realizar o serviço terá o Título Eleitoral cancelado e ficará sujeito a alguns impedimentos como de obter Passaporte e Carteira de Identidade ou o de inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública.
Para facilitar o acesso ao serviço, a Prefeitura fez parceria com a Justiça Eleitoral e disponibiliza um ponto de atendimento onde é possível fazer o cadastramento, junto ao Prédio Anexo I da Prefeitura (Avenida Paraguassú, 2017, Centro). o local funciona as 9h às 11h e das 14h às 18h. O serviço é feito apenas por agendamento pela internet (www.tre-rs.jus.br). Para quem não tiver condições de acessar a rede, o serviço é disponibilizado pela agência do Sine, no mesmo prédio, com horário diferenciado, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 18h. O local oferece quatro computadores para o cidadão acessar a internet. Basta levar um documento com foto para realizar o agendamento.
Conforme o chefe do Cartório Eleitoral da 110ª Zona Eleitoral do RS, Paulo Roberto Framil Fernandes, após o agendamento, os documentos necessários para o procedimento são comprovante de residência (água, luz, telefone) e documento oficial com foto. No entanto, serviços como transferência de Título de Eleitor e confecção de novos seguem sendo feitos apenas na 110ª Zona Eleitoral em Tramandaí (Av. Caldas Júnior, 1750 - salas 103, 104 e 203). Quem já efetuou coleta biométrica não precisará participar do processo. Vale ressaltar que o cadastramento biométrico também pode ser feito no Cartório Eleitoral.
Framil destaca que a baixa procura pode acarretar em filas e demora no atendimento. Segundo ele, em média, 42 eleitores procuram o serviço diariamente. “Se continuar desta forma, ao final do prazo, apenas 62% dos eleitores da Imbé terão feito o cadastro. Precisamos aumentar a média diária para 86 atendimentos”, calcula o chefe do Cartório.
Além de atualizar as informações da inscrição no Cadastro Eleitoral, o eleitor também será fotografado e terá as impressões digitais colhidas. Esse material será incluído no banco de dados da Justiça Eleitoral e auxiliará a coibir possíveis fraudes, como uma mesma pessoa possuir diversos títulos simultaneamente ou um eleitor tentar se passar por outro na hora da votação.