loader
Amlinorte decide criar comitê técnico para proteger a vida e salvar economia da região

Amlinorte decide criar comitê técnico para proteger a vida e salvar economia da região

Os prefeitos do Litoral Norte aprovam por unanimidade a criação de um comitê técnico, em parceria com a UFRGS Campus Litoral Norte, com objetivo de apresentar ao Estado um plano estratégico com critérios científicos para manter as medidas sanitárias e salvar a economia da região. A decisão é uma resposta a proposta de gestão compartilhada do Governo do Estado para o Modelo de Distanciamento Controlado, que estabelece semanalmente um conjunto de protocolos representados por bandeiras. Desta forma, a Amlinorte deverá consolidar a parceria com UFRGS, para a formação de um Comitê de Assessoramento Técnico e Científico. Essa equipe terá o compromisso de desenvolver estratégias de análise, que permitam apresentar alternativas sanitárias e protocolos seguros ao Modelo de Distanciamento Controlado, com dados e levantamentos da realidade local.
A decisão foi tomada em Assembleia Geral da Amlinorte online, realizada nesta quarta, dia 27 de julho de 2020, com a unanimidade dos 23 prefeitos da região presentes. Várias ponderações à proposta do Estado foram discutidas pelos prefeitos, como a demora em dividir com os municípios e demais setores as decisões sobre o isolamento social. “Mas entendemos que essa oportunidade nos dá a chance de defender nossa realidade local, com amparo técnico dos especialistas da UFRGS, sem desrespeitar os cuidados sanitários que o momento exige”, explica o presidente da Amlinorte, prefeito de Imbé, Pierre Emerim da Rosa.
A preocupação dos gestores diz respeito a manutenção da vida, da economia e dos empregos, que no litoral estão totalmente comprometidos devido a restrição dos setores de serviços e construção civil, que representam mais de 60% da renda local. A decisão dos prefeitos será encaminhada à Famurs e também ao Governo do Estado, demonstrando interesse em trilhar um caminho técnico científico adequado a realidade do Litoral Norte e respeitando as medidas protetivas ao Covid-19. 

“Estamos muito felizes com a evolução das obras. Infelizmente a pandemia afetou diretamente o ano letivo, mas acreditamos que em breve os alunos da Zona Sul terão um nova escola que vai qualificar ainda mais o ensino de Tramandaí”, disse o Prefeito Luiz Carlos Gauto.
A EMEF Jorge Enéas Sperb terá:
Área pedagógica: Sala de professores, sala de informática, banheiros, sala de leitura, sala de apoio (necessidades especiais) e 11 salas de aula.
Setor administrativo: Secretaria, Supervisão pedagógica, orientação pedagógica, direção, banheiro dos funcionários e copa.
Serviços: Refeitório, cozinha, banheiro dos funcionários, copa dos funcionários, despensa para hortifrutigranjeiros, despensa para produtos não perecíveis, área de descanso dos funcionários.
Diversos: Pátio, estacionamento, acesso exclusivo para embarque e desembarque de alunos, piso tátil e acessibilidade.