Sexta, 16 Maio 2014 17:30

Covardia de funcionários de empresa de segurança

Meu sobrinho de 16 anos foi agredido por um profissional de uma empresa de segurança de Tramandaí, no sábado (10). Ele e três amigos estavam caminhando no Centro da cidade, quando viram um casal procurando um cachorrinho que havia fugido, tentando ajudar, eles foram até a rua Rubem Berta, quando foram surpreendidos pelo funcionário da empresa de segurança, que fez os quatro garotos pararem e passou a revistá-los, sem prestar qualquer informação, e os gredindo verbalmente.
Meu sobrinho ficou apavorado, pois nunca tinha passado por uma situação assim, e perguntou aos homens o que estava acontecendo, um deles disse que houve um assalto nas redondezas e que estavam atrás ‘dos caras’. De repente, uma informação passada via rádio deixou tudo pior para os meninos, pois um dos meliantes que cometeu o assalto estava com um casaco cinza, da mesma cor do que o meu sobrinho estava usando. Tendo essa informação os funcionários da empresa de segurança começaram a agredir meu sobrinho, dando chutes em suas pernas e tapas nas suas partes íntimas, até que o soltaram. E ele chegou em casa apavorado.
Nem policiais podem tratar um menor desse jeito, quem esse pessoal dessa empresa de segurança pensa que é? Isso é um absurdo e precisa parar.
Tentei conversar com os superiores destes indivíduos que cometeram as agressões e não quiseram me receber. Essa ação é legal? Eles ficarão impunes?
Claudemir José da Costa

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Bannerbaixo2
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br