No dia 29 de abril de 2016 integrantes do Moto Clube Asas da Liberdade de Tramandaí já estarão junto ao Estádio Municipal na Av. Fernandes Bastos com uma estrutura montada para receber os participantes da 18ª edição do Mar & Motos Encontro Internacional de Motociclistas.

O evento que reúne motociclistas do Rio Grande do Sul, de outros Estados e de países do MERCOSUL acontece em nossa cidade no dias 29 e 30 de abril e 1º de maio de 2016. Entre as atrações se destaca a Feira de Motociclismo (na Av. Emancipação/Centro) e shows  musicais. O evento é uma realização do Motoclube de Tramandaí - Asas da Liberdade que conta com o apoio da Administração Municipal através de Secretaria de Turismo e Desporto.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (51) 8415.8552 ou 8647.9317. Os shows musicais acontecerão em palco montado na Av. Emancipação, no centro da cidade e o acesso para o público é gratuito.

Publicado em Tramandaí

 

Cerca de seis mil pessoas participaram do evento

 

Tramandaí sediou nesse final de semana a 28º FECARS - ( Festa Campeira do Rio Grande do Sul), que reuniu mais de 6 mil pessoas no Município. O Centro de Eventos foi o palco dos jogos e a equipe do CTG Potreiro Grande foi destaque nessa competição. A festividade contou com o apoio da Secretaria de Turismo e Desporto.

“Tramandaí entrou para a história sediando o encerramento da FECARS”

De acordo com o presidente do Evento, Pablo Geovane Cabrera a FECARS é considerada a maior festa campeira do esporte do MTG do Estado e por isso foi muito importante para o Município a realização deste evento. “Tramandaí entrou para a história sediando o encerramento da FECARS”, diz.

A última edição do evento que trouxe tantas alegrias a cultura gaúcha foi inesquecível, reunindo 1200 competidores de todas as 30 regiões do Estado, e cerca de 6 mil apreciados dos esporte campeiro. As modalidades de Tava, Tetarfe, Truco de Amostra, Truco de Cego, Solo Bocha 48 e Bocha Campeira empolgou os participantes e as torcidas.

Representando a 23ª Região o CTG Potreiro Grande de Tramandaí foi campeão na Tava Individual e em Equipe na Força B e também foi campeão individual no Tetarfe na Força B e ainda campeão do Estado no Truco Cego Força A. Participaram da competição 83 atletas da 23ª Região que compreende a cidade de Tramandaí e arredores.

Muitos competidores ficaram acampados no próprio Centro de Eventos que disponibilizou a estrutura aos campeiros, um restaurante também ficou aberto no local.

Cabreira ressalta que os competidores que venceram a FECARS, irão disputar o Campeonato Brasileiro de Esportes Campeiros organizado pela CBTG – Confederação Brasileira de Tradição Gaúcha. Esse foi o caso do Trio de Truco Cego ‘Semo’ Bem Loco que irá representar a 23ª Região e o CTG Potreiro Grande de Tramandaí na competição nacional.

Com um término da FECARS outra competição com o mesmo ‘peso’ irá iniciar nos dias 5 e 6 de novembro deste ano, o ENECAMP – Encontro de Jogos Campeiros, e Tramandaí será a sede da primeira edição deste evento.

A Comissão Executiva da FECARS foi formada pelos: Presidente Pablo Geovane Cabrera, vice Rojoel Amaral (secretário de Turismo Municipal), Vice presidente de Esportes do MTG Martin Damasco, Adjunto Truco Cego José Esir, Adjunto Truco Amostra Jeferson Pinheiro, Adjunto Solo Orlando Cambeira, Adjunto Tava Paulo Roberto Vargas, Adjunto Tetarfe Paulo Roberto Pereira, Adjunto Bocha Campeira Pedro Ribeiro, Adjunto Bocha 48 Julio Martins, Dir provimento e MKT da FCG Vanessa Welter, Tesouraria da FCG Daniele Macedo. 

Publicado em Tramandaí

 

Moradores sugerem que haja um dia mensal reservado à limpeza municipal 

 

Andando pelas ruas de Tramandaí é fácil encontrar lixo acumulado nas vias públicas, a realidade é ainda pior na beira-mar. Muitos desses materiais servem como abrigo para que o mosquito da dengue coloque as suas larvas, além disso, atraem animais causadores de doença, colaboram com o entupimento de bocas de lobo ocasionando alagamentos e ainda estragando o aspecto visual da cidade. Tento em vista todos esses malefícios, um casal caminha pelo menos três vezes por semana pelas ruas do Município e aproveita o passeio para recolher o lixo que muitos deixaram pelo caminho.

“Nós só queremos colaborar, adoramos Tramandaí, o povo é muito amável a cidade é maravilhosa por natureza, acreditamos que recolhendo o lixo vamos ajudar com a questão da saúde e também fazer de Tramandaí uma cidade ainda mais bela”

Tramandaí é uma cidade em desenvolvimento que possui belezas naturais como o mar e a lagoa e tem ainda um povo batalhador e hospitaleiro, no entanto, essa cidade que oferece diversas facilidades da capital, mas se mantém com ares ‘do interior’, perde um pouco do ‘brilho’ em função do acúmulo de lixo. Tentando transformar um pouco essa realidade, o casal Luz Moura, 63 anos e Nelson Dick, 67 aliam o cuidado com a saúde a consciência ambiental aproveitando a caminhada matinal para recolher todo o tipo de lixo que encontram pelo caminho. “Nós só queremos colaborar adoramos Tramandaí, o povo é muito amável e acolhedor a cidade é maravilhosa por natureza, acreditamos que recolhendo o lixo vamos ajudar com a questão da saúde e também fazer de Tramandaí uma cidade ainda mais bela”, diz Luz.  

O casal adquiriu uma casa no Município há dois anos e meio, e decidiu vir para cá em função da beleza da cidade, e da proximidade com a capital. “Tramandaí fica a 1h30 de Porto Alegre apenas e possui esse mar, essa lagoa maravilhosa que são verdadeiros presentes para nós, me sinto bem ajudando a cuidar dessa cidade”, afirma Luz.

“Estamos chegando agora na cidade, e humildemente nos dispusemos a trabalhar voluntariamente para o bem Tramandaí”

Em uma das caminhadas matinais, os moradores recolheram em cerca de cinco minutos duas sacolas cheias de lixo que variavam entre pedaços de plásticos, canudos, latas de cervejas, papéis e garrafas pets.

O casal acredita que o Município poderia ser ainda mais agradável se houvesse uma preocupação maior como lixo, por isso, eles sugerem que uma vez por mês ocorra um dia especial para limpeza municipal onde cada cidadão se disponha a recolher lixos na sua rua e na avenida Beira Mar. “Estamos chegando agora na cidade, e humildemente nos dispusemos a trabalhar voluntariamente para o bem Tramandaí”, explica o publicitário.

O secretário de Obras e Limpeza Urbana, Antônio Rodrigues, incentiva esse tipo de iniciativa da comunidade e informa que a varreção de ruas é feita pela Administração Municipal periodicamente nas principais avenidas da cidade como a Av. Emancipação, Av. Fernandes Bastos, Av. Beira Mar e Av. Rubem Berta. Ele lembra também que existe o serviço da Coleta Seletiva que passa pelas ruas quase que diariamente e ainda o serviço de recolhimento de lixo doméstico que passa por toda a cidade. Já os restos de obras, caliças e demais entulhos são recolhidos todas as sextas-feiras nos pontos críticos da cidade, tais como: a Av. Beira Mar, a Av. Rubem Berta e a Av. Flores da Cunha, e sempre que houver demanda. 

Publicado em Tramandaí

 

As primeiras turmas do Curso Técnico em Transações Imobiliárias do IEE Barão de Tramandaí, totalizando 78 alunos, tiveram sua Aula Inaugural no dia 31 de março. O evento contou com a participação e palestra do Presidente da AICITI, Sr. Carlos Alberto Cirne Garcia e a presença dos alunos, professores do Curso, Supervisão e Direção. O Curso tem como objetivo contemplar as necessidades do Ramo Imobiliário da região e consolida-se como única opção de formação técnica no Litoral Norte. Nesse sentido, desejamos aos nossos alunos empenho, determinação, perseverança e sucesso!

Publicado em Tramandaí

 

 

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (SEMUSP-T) realizou na quarta-feira (30) a revitalização da sinalização horizontal e dos quebra-molas da via, na Avenida Paraguassú, centro.

“A pintura com o tempo vai desgastando, e com isso vamos fazendo o possível para mantê-la  sempre em dia”, salienta o secretário Marco Antônio Silva.

Publicado em Imbé

 

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) informa que abriram na quarta-feira (30) as inscrições para as atividades do Centro Esportivo Estudantil I e II.

As modalidades oferecidas são: atletismo, futsal, vôlei, futebol, handebol, jiu-jitsu, xadrez, dança e capoeira. Os alunos interessados devem procurar os centros, localizados no Ginásio Municipal Engenheiro Floreal Sala, no Centro, e no ginásio da E.M.E.F. Norberto Martinho Cardoso, no Bairro Nova Nordeste com cópias da certidão de nascimento e duas fotos 3x4. As atividades ocorrem nos turnos inversos às aulas.

Publicado em Imbé

 

Os moradores esperavam pelo documento há cerca de 30 anos.

 

Em solenidade realizada na última sexta-feira (1º/4), na Igreja Menino Jesus de Praga, 36 famílias do Bairro Asa Branca receberam as matrículas referentes aos seus lotes. As famílias que não estiveram presentes no ato devem fazer a retirada do documento na Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, Habitação e Regularização Fundiária (SEPLAN. Os moradores esperavam pelo documento há cerca de 30 anos.

A SEPLAN concluiu o processo de regularização fundiária do Bairro e ainda aguarda que algumas famílias entreguem e documentação necessária para que a matrícula seja emitida. Vale lembrar que não há custos para a expedição do documento.

A Secretaria vem trabalhando na regularização de diversas áreas da cidade, como o Balneário Ipiranga, Bairro Asa Branca, Bairro Nova Nordeste e Pólo Industrial, que já foram regularizados.

Publicado em Imbé

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (SEMUSP-T) realizou na última sexta-feira (1º/4), alteração no trânsito na Avenida Tramandaí, entre a Rua Nereu Ramos e a Avenida Santa Rosa (sentido Centro-Santa Terezinha), junto a Escola Santa Catarina (Anexo). O secretário Marco Antônio Silva ressalta que foram instaladas placas de proibido estacionar. “Esta providência se deu em função da via ser estreita, ocorrendo o conflito de circulação, principalmente nos horários de entrada e saída dos alunos. Também foi realizada a revitalização da pintura do quebra molas e faixa de pedestres no local”, informa.

Publicado em Imbé

 

 

Entre as novidades do local estão os livros em DVD, exclusivos para as pessoas que apresentam necessidades especiais envolvendo a visão

 

No sábado (9) é comemorado o Dia Nacional da Biblioteca que foi instituído em 1980 através do decreto 84.631 com o intuito de valorizar o acesso a leitura. Em Imbé a Biblioteca Pública recebeu uma atenção especial em 2015, quando a estrutura passou a funcionar na Av. Paraguassú, 2325, no prédio Anexo 2 da Prefeitura, em local mais amplo, iluminado e agradável.

“Antes a biblioteca era cheia, as crianças e adolescentes faziam pesquisas nas enciclopédias, atualmente na internet se encontra tudo, então perdemos um pouco desse público”

A Biblioteca Pública de Imbé tem cerca de 18 mil livros, e 5040 pessoas já se associaram a ela, no entanto, com a maior popularização da internet no início dos anos 2000, o local tem perdido a companhia do público jovem que costumava, utilizar o espaço para fazer pesquisas, trabalhos escolares e iniciar leituras. “Antes a biblioteca era cheia, as crianças e adolescentes faziam pesquisas nas enciclopédias, atualmente na internet se encontra tudo, então perdemos um pouco desse público”, diz a atendente Elizabete Araújo da Rosa.

Para tentar fazer com que as cadeiras vazias se tornem ‘cheias de vida’ novamente, alguns projetos foram colocados em prática, tais como, deixar livros abandonados em bancos de praças, paradas de ônibus e outros locais públicos com um bilhete pedindo que a pessoa leia e depois deixe no mesmo local, repasse para alguém ou devolva na biblioteca, no entanto, poucos livros foram entregues ou deixados novamente nos lugares indicados. “O livro sempre era levado rapidamente, mas muitos poucos retornaram”, lamenta a também atendente da biblioteca, Andrea D’Ávila de Matias.

Outra ideia que a equipe está projetando é colocar livros nos mercados para que as pessoas tenham acesso gratuito a leitura em um local onde o mais importante é o consumo. “Imaginem, nos mercados eles vendem livros, e ali eles seriam oferecidos de graça, acho que pode dar certo, mas precisamos da colaboração dos comerciantes e da comunidade em geral para que devolva a obra após realizar a leitura”, explica Elizabete.

Hoje, o principal público da biblioteca são os idosos, e mães com filhos pequenos que costumam ainda ler para as crianças. Entre os livros mais procurados estão os infantis, a literatura espírita, ‘O silêncio das Montanhas’ de Nicholas Sporks que escreveu (Meu querido Jhow), as obras de Sidnei Sheldon entre outros. Já o público adolescente prefere os livros de Stephenie Meyer, autora da Saga Crepúsculo, as obras de Harlan Coben, Oliver Bowden e a literatura obrigatória para o vestibular.

Todos os livros da Biblioteca foram adquiridos através de doações que ainda são aceitas para obras de literatura, no entanto, a equipe não necessita mais de livros didáticos.

Entre as novidades do local estão os livros em DVD, exclusivos para as pessoas que apresentam necessidades especiais envolvendo a visão, cada DVD possui cerca de 8h de duração, nele uma pessoa narra a história inteira do livro.

“As pessoas podem pegar até dois livros de uma vez e o prazo de entrega é de 15 dias”

As atendentes aproveitam a oportunidade para convidar a comunidade a se associar a Biblioteca Pública sendo necessário somente comprovante de residência e um documento com foto. “As pessoas podem pegar até dois livros de uma vez e o prazo de entrega é de 15 dias”, explica Elizabete. A equipe ainda faz u apelo pedindo que os associados devolvam as obras que retirarem para que outro leitor também possa se beneficiar com a história.

A Biblioteca Pública funciona das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. 

Publicado em Imbé
Sexta, 08 Abril 2016 15:53

Meu umbigo eu lavo

Meu umbigo eu lavo...Olá meus amores, tudo bonzinho?! Hoje o assunto é o nosso corpo, este templo sagrado para o qual nem sempre damos o devido valor, e também, sobre a exposição demasiada que fazemos dele quando estamos em um relacionamento amoroso... Sim, isto mesmo, talvez nós estejamos expondo demais nosso corpinho para os maridos, namorados e assemelhados – pensa aí e tu vai ver que tenho razão. Eu, particularmente NUNCA fiz e não faço isto, pois sinceramente acredito que tudo que é demais enjoa, inclusive ver um corpo pelado pra cima e pra baixo dentro de casa. Não pensem que por isto sou moralista ao extremo e muito menos, que uso burca’ na hora de fazer amor (transar, fazer canguru perneta, trepar, descabelar a palhaça, ou outro nome que vocês dão para a hora do ‘rala e rola’), não é nada disto, viu gurias e guris?! Pelamor... O que quero dizer é que precisamos fazer um certo ‘mistério’ em relação as nossas curvas e também, ter privacidade na hora do banho, da higiene corporal, bem como, na hora de fazer as necessidades básicas, porque intimidade demais joga todo encanto ralo abaixo, acreditem... É muito importante termos nossa intimidade preservada até pra causar uma certa curiosidade por parte do companheiro (a). Isto serve também em relação ao fato de vermos os homens andando pelados pela casa, pois é coisa bem feia, principalmente se ele der uma corridinha prô banheiro! Aff, não tem coisa mais deprimente e broxante do que homem ‘sacudindo’ as partes, é ou não é?! É claro que eu falo por mim e isto não é regra pra ninguém, mas para, pensa e vê se não faz sentido... Eu tive poucos namorados, estou casada há 13 anos e nunquinha fui adepta à prática do ‘nudismo caseiro’, se é que dá pra intitular desta maneira. Nunca tomei banhos regulares com namorados e nem com o marido, pois meu umbigo eu mesma lavo, minhas costas esfrego até onde alcanço, meus pés (horrorosos e com joanetes) eu lixo no banho, minhas dobrinhas eu limpo com bucha macia, enfim. Meus banhos sempre foram e seguem sendo com porta chaveada, pra eu poder sentar no chão do box, tirar minhas ‘catotas’ sem ninguém olhando (pois é nojento alguém ver isto), e o número 2 é coisa que ninguém precisa ver acontecendo, fala sério?! Se tem coisa me irrita é eu entrar para o banho e ouvir aquela batidinha na porta e a frase – “Posso tomar banho contigo”?!. Gente, tenho vontade de sair molhada mesmo e dar na cara do criatura, porque hora do banho é coisa sagrada pra mim. É hora do banho e café da manhã. Quer me ver brava interrompe um destes dois momentos sublimes da minha vidinha bacana. Sei que alguns (talvez muitos) pensem que é exagero meu e talvez até seja mesmo, e respeito a opinião de todos, mas eu não mostro meu corpo assim fácil de jeito nenhum. Podem reclamar, me chamar de chata e o escambal, pois eu sou assim xarope mesmo e acredito piamente que, uma vez que a intimidade é banalizada, o interesse vai pra outro lado (se é que me entendem). É claro que existem ocasiões especiais e aí a regra do dia muda, tipo tu vai passar a noite no motel com o marido e aí obviamente o pobre merece este ‘carinho’ – o de ter ver tomar um banho (de longe e com luz baixa, é claro, mas não acostuma mal, viu? Mulher sensual é mulher vestida, pois a emoção está justamente no despir. Mulher que chega logo pelada não desperta nada além do encantamento do momento e era isto (minha opinião). E vou além, o homem gosta deste recato e cuidado com o corpo, porque pra ver mulher pelada simplesmente, basta abrir uma revista Playboy ou Sexy (aí vai do gosto). Enfim, o menos é mais em qualquer situação – quanto menos exposição mais tesão, vai por mim... Bjks, sorrisão no rosto, força na peruca e vamu que vamu, porque carro parado não pega carreto. 

Publicado em Coluna da Mana Padilha
Pagina 1 de 4
Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Banneronplay
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br