Sexta, 29 Abril 2016 17:09

Polícia Civil desarticula quadrilha de estelionatários

 

Entre as cidades que ocorreram à ação estavam: Imbé, Cidreira, Palmares do Sul e Capivari do Sul

 

Na manhã desta terça-feira (26), a Polícia Civil, por meio da Delegacia Fazendária (Defaz) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), com apoio do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos (GIE), desencadeou a Operação Stellio. A ação visa desarticular uma Organização Criminosa estruturada no Estado do Rio Grande do Sul, que incluía as cidades de Imbé, Cidreira e Palmares do Sul. Por meio do uso de empresas de fachada e com a conivência de funcionários de instituições financeiras públicas e privadas lesadas, os envolvidos firmavam contratos de empréstimos bancários fraudulentos, apresentando em garantia cheques sem fundos ou bens com documentação falsificada. O dinheiro arrecadado era desviado para contas bancárias operadas pelos articuladores do esquema.

Foram cumpridos, no total, 212 mandados: 64 mandados de busca e apreensão, 28 mandados de prisão temporária, 120 ordens de bloqueios e sequestro de bens. A ação ocorreu nas cidades de Porto Alegre, Alvorada, Cachoeirinha, Caçapava do Sul, Canoas, Capivari do Sul, Cidreira, Imbé, São Leopoldo, Palmares do Sul, Santa Cruz do Sul e Viamão. Durante a operação, 28 pessoas foram presas e 17 carros foram apreendidos, além de duas armas, joias, dinheiro e vasta documentação.

Conforme os Delegados Joerberth Nunes e Daniel Mendelski, a organização criminosa falsificava documentos e teria montado 15 empresas de fachada, efetuando empréstimos bancários e causando um prejuízo estimado em 7 milhões de reais. "Em conjunto com funcionários da instituição financeira, as empresas de fachada realizavam empréstimos bancários, no qual todos eram beneficiados", conta o delegado Mendelski. O Diretor do DEIC, Delegado Rodrigo Bozzetto, destacou o trabalho qualificado da investigação.

Durante a coletiva de imprensa, que contou com a presença do Secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, o Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt, destacou que este foi o cumprimento do maior número de ordens judiciais vinculado a uma mesma investigação no combate ao crime organizado. Já o Subchefe de Polícia, Delegado Leonel Carivali, ressaltou o trabalho na descapitalização da organização criminosa.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Banner Lateral Claro

Banner Agafarma
Bannerbaixo2
ENDEREÇO: TELEFONES: E-MAILS: Desenvolvido por
Rua Siqueira Campos, 432
Tramandaí - RS
51. 3684.3033
51. 3661.3505
 redacao@jornaldimensao.com.br