loader
A humanidade se perdeu...

A humanidade se perdeu...

Olá meus amores, tudo bonzinho? Os dias passam, nós vamos ficando cada dia mais experientes e quando pensamos que as coisas vão se ajeitar, que as pessoas vão ficar mais sensíveis diante do fato de que vamos todos morrer e virar pó, vemos que não é bem assim... Alguns insistem em se comportar de forma prepotente, arrogante, como se fossem a ‘última bolacha do pacote’, como se fossem seres imortais e como se nada de ruim pudesse lhes atingir. Fala sério?! O assunto de hoje é a falta de empatia do ser humano em relação ao outro. É cruel ver certas situações em que a dor alheia pouco importa, que ver uma pessoa passando frio, fome tanto faz. Ver que muitos não amam e não respeitam aos animais que são a personificação do amor verdadeiro. Tem gente que atropela um cão de rua e segue andando como se nada tivesse acontecido, se esquecendo que um animal sente dor e sofre tanto quanto um humano. É inacreditável ver o quanto cruel pode ser um ‘humano’... Onde estão os sentimentos? Cadê o amor no coração que Deus nos deu? Fico chocada e cada dia mais apavorada com tantos fatos de crueldade acontecendo diariamente. Vivemos tempos em que filhos matam seus pais; pais violentam seus filhos (de todas as formas); irmãos tiram a vida uns dos outros por motivos banais; enfim. Nem o fato de ter o mesmo sangue correndo nas veias sensibiliza mais... São tempos de desamor e desesperança, infelizmente. É uma tristeza sem fim. E quando nos deparamos com tanta gente ruim e que desconhece a empatia (capacidade de se colocar no lugar do outro/de sentir a dor do outro) Será que as pessoas pensam que nunca estarão numa situação difícil? Será que desconsideram a possibilidade de perderem a saúde, o dinheiro, enfim. O mundo é muito pequeno minha gente – a roda gira com uma velocidade incrível e, quem hoje está em cima, pode facilmente estar embaixo amanhã. Então fica hoje a dica de quem já passou dos 50 anos e tem a maturidade que só a experiência de vida traz: vivam seus dias com mais leveza, descompliquem todas as situações, não se levem tão a sério, se divirtam mais (seja do jeito que for), aproveitem com intensidade cada nova oportunidade, façam tudo do seu jeitinho e, sobretudo, tenham empatia e ajudem quem puder HOJE. Ser solidário é muito bom e gratificante. Experimente! Não deixe nada para amanhã, porque o amanhã pode não chegar... Pense comigo e reflita sobre quantos amigos e amigas perdemos este ano? Não vamos ficar pra ‘sementes’ meus amores, então vamos semear o bem e praticar a humildade, porque desta vida só levamos as emoções que vivermos –  sendo assim, vamos viver o amor, por favor. Bjks, sorrisão no rosto, força na peruca e vamo que vamo, porque carro parado não pega carreto.